http://amzn.to/2vXW7B8

Resenha do livro " Ninho de Pedras " de Silvio Sebastião

Sinopse: 

Ninguém sabe o que estava escrito nas tábuas de pedra que o profeta quebrou no Sinai. Na verdade, ninguém sabia... Um jovem casal resolve sair de sua vidinha pacata e monótona, nos Estados Unidos, e vai para a África. Lá entra em contato com um artefato que, depois de uma empreitada arqueológica, envolvendo cientistas, imprensa e algumas figuras intrigantes, revela-se uma descoberta histórica que vai mudar a maneira do mundo pensar sobre alguns dos temas mais enraizados em nossa cultura. Inimizades e disputas são inevitáveis. “Ninho de Pedras” é um thriller envolvente, com morte, intriga, trapaça, assassinato e um clima romântico que vai emocionar até o leitor mais insensível.




Livro: Ninho de Pedras
Autor: Silvio Sebastião
Editora: Giostri
Número de Páginas : 220


O que aconteceria se por acidente, você uma pessoa comum, encontrasse o Elo Perdido entre a teoria religiosa do Criacionismo e a teoria evolutiva de Darwin, e que pudesse abalar as estruturas de todas as religiões baseadas na Bíblia? É sobre esta premissa que Sílvio Sebastião trabalha a sua obra.

Vemo-nos envolvidos nas aventuras e desventuras de um casal norte-americano Derek e Gwyneth Kidner, que aparenta ser um típico casal de classe média, ele jornalista, ela médica, que decidi fazer uma viagem de ajuda humanitária ao Sudão, e se vem envolvido com um achado arqueológico inusitado, fragmentos de pedras que contém uma mensagem e uma forma que os intrigam, e partem em busca das outras partes, chegando a um sítio arqueológico no Egito, denominado pelos personagens de Ninho de Pedras, que dá nome ao livro. Sendo neste momento que se vem imersos em uma rede de intrigas, roubos, assassinatos, de grupos extremistas religiosos.

Caso você gostou de O Código da Vinci de Dan Brown, o livro é uma boa pedida. Entretanto, diferente da obra citada que tem por base uma teoria científica, polêmica, mas mesmo assim existente, nesta obra como o próprio autor afirma, que ressalto não é um romance histórico, as teorias expressas e personagens pertencem ao “universo da ficção, e não têm paralelo com pessoas e fatos do mundo concreto.”.

Pesquisei, para fazer esta resenha, algumas teorias que aproximassem a da obra, para perceber se havia algum fundamento histórico, mas as que encontrei eram diferentes do tema proposto no livro. Ah! E antes que os extremistas de plantão já criem aversão logo de cara pela obra, em momento algum do livro, o autor ofende a religião de ninguém, pelo contrário, os personagens do livro são basicamente movidos por uma “força superior”. Visto que, pela descrição do que sofrem somente uma “missão divina reveladora” motivaria um casal “comum”, em tantas adversidades, tão diferente de sua realidade de vida. Eu não compartilho da crença no Criacionismo como descrito no Gênesis. Entretanto, respeito todas as pessoas que acreditam literalmente no conteúdo da Bíblia, e sei que a crença em Adão e Eva, e no Pecado Original é de extrema importância em todas as fés que a professam.

A teoria exposta no livro vai ao encontro da teoria criacionista bíblica, embasando-a cientificamente, o que é o “pulo do gato” da estória. Meu único porém em relação à obra é a falta de uma melhor descrição dos personagens envolvidos, que houvesse uma melhor caracterização, em alguns momentos ficando confusa a distinção dos personagens em determinados diálogos, e alguns personagens não escapam aos estereótipos comumente concebidos. Contudo não posso deixar de destacar a bela história de amor que permeia toda a estória, e as poesias do autor que complementam a obra.


Sobre o autor:

Silvio Sebastião nasceu em Patos de Minas, MG, em 25 de Julho de 1967, onde morou até os quatro anos de idade. Passou a segunda infância e adolescência em São Luis de Montes Belos, GO, de onde saiu aos 21 anos para estudar computação em Goiânia. Em 1998, já na profissão de Analista Programador, mudou-se para São Paulo para trabalhar como consultor em uma grande empresa de softwares, implantando sistemas corporativos em grandes indústrias. O amor pela escrita começou ainda na adolescência, quando começou a escrever poesias e pequenas crônicas, como forma de ocupar o tempo ocioso. Também estudou Fotografia, Publicidade e Comunicação. Ninho de Pedras é seu primeiro livro publicado.






Marcelo Daltro – Pai e marido apaixonado pelo filhote e esposa, ilustrador, chargista, Bacharel em História (especializado em mito, imaginário e história em quadrinhos), fanático por cultura pop: quadrinhos, filmes, livros, desenhos animados, séries e RPG.
  flickr   #    e-mail   # facebook: 

7 comentários

  1. parece ser um livro ótimo... incrível, mas o tema dele não faz muito o meu estilo
    acredito que, para mim, iria se tornar uma leitura lenta e arrastada =/
    mesmo assim, não deixa de parecer ser ótimo!
    parabéns ao autor e muito sucesso :D

    ResponderExcluir
  2. Irene!
    Gosto muito de livros que questionam a forma como surgimos e gosto ainda mais quando a arqueologia está envolvida, principalmente no Egito que tem um potencial arqueológico imenso.
    Confesso que fiquei entusiasmada em poder apreciar toda a descoberta por um casal desconhecido e que não esteja envolvido com arqueologia, deve ser interessante.
    Sua resenha está ótima!
    Desejo uma semana de luz e paz!!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    "É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que falar e acabar com a dúvida."(Abraham Lincoln)

    ResponderExcluir
  3. Gostei da premissa desse livro, não conhecia ainda, fiquei encantada.
    Há coisas nele que amo, o tema sobre o criacionismo, sobre antiguidade, a rede de intrigas e esses grupos religiosos extremistas, parece abordar temas bons.

    ResponderExcluir
  4. A proposta é bem ousada né? Um elo entre o Criacionismo e o Dawinismo é uma história no mínimo bem interessante. Eu gosto do Dan Brown, mas confesso que "O código da Vinci" foi o que menos gostei de seus livros. Mas acho que eu leria este aqui por curiosidade mesmo, é bom sabe que o autor não ofende a religião de ninguém.

    ResponderExcluir
  5. Hm o tema de religião não me agrada muito, porém devo dizer que parece ser uma abordagem bastante diferenciada do que se encontra por aí. Não sei se compraria esse livro para ler, porém não deixa de parecer uma história interessante.

    ResponderExcluir
  6. Eu, como fã de Dan Brown, com certeza já me interessei por esse. Gosto quando as tramas tem essas pegadas de mistérios e investigações de pistas, que acabam levando os leitores aos cenários mais distantes e desconhecidos. Estou bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ser bom, gosto desses livros que questionam e nos mostram outras visões sobre um assunto!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...