http://amzn.to/2vXW7B8

Resenha "Sonhos Despedaçados" de Ellie James



Livro: Sonhos Despedaçados
Autor(a): Ellie James
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581635439
Ano: 2014
Páginas: 320
Edição: 1


Sinopse:Em uma casa abandonada, um grupo de adolescentes joga Verdade ou Desafio. Antes de a noite acabar, a garota mais popular da escola desaparece como se fosse por mágica.Recém-chegada à cidade, Trinity preferiria não ter as visões que a atormentam tanto... Agora ela precisa agir rápido, porque todas as suspeitas levam até ela.
Cheio de reviravoltas e sustos, Sonhos Despedaçados é leitura obrigatória para quem gosta de tramas com desfechos imprevisíveis. Os cenários ajudam a compor o mistério, e podem ser os cemitérios antigos de Nova Orleans ou os destroços deixados pelo furacão Katrina. O único problema: você não vai ter coragem de ler este livro quando estiver sozinho em casa.


Sonhos Despedaçados - Shattered Dreams - de Ellie James, publicado aqui no Brasil pela editora Novo Conceito, conta a história de Trinity Monsour, uma jovem de dezesseis anos que se mudou recentemente para Nova Orleans, para viver com sua tia, depois da morte de sua avó, com quem morou por quase toda a sua vida. A garota chega na nova cidade determinada a ter uma vida normal, no entanto, a terrível herança que ganhou de sua mãe não permitirá que Trinity cumpra tal objetivo. 

Tudo começou com uma simples brincadeira de Verdade ou Desafio entre amigos, em uma casa abandonada e supostamente assombrada. Visões terríveis de morte e sofrimento seguiram a jovem por toda a sua vida, mas foram sempre ignoradas por ela segundo as orientações de sua avó. Quando chega em Nova Orleans, no entanto - a cidade em que seus pais viveram e morreram, e onde ela mesma nasceu - ignorar tais visões torna-se cada vez mais difícil a partir do momento em que Trinity começa a ver Jessica, uma garota desaparecida e que muitos já acreditam estar morta.

As complicações começam quando as suspeitas passam a cair sobre a protagonista, que parece saber demais sobre o desaparecimento de Jessica sem nenhuma razão plausível, e que está se tornando muito próxima do ex-namorado da desaparecida.

Com muitos personagens interessantes, mas uma certa dose de clichê, o livro se desenrola de maneira rápida sob a escrita habilidosa e envolvente de Ellie James. As 319 páginas avançaram mais rapidamente do que eu inicialmente imaginei, e os mistérios que se mostravam cada vez mais complexos no decorrer da história me deixaram interessada em saber o que viria a seguir. 
Os personagens, no entanto, apesar de convencerem em certos momentos, mostraram-se clichês e por vezes até mesmo um obstáculo para o prosseguimento da leitura.

O parzinho romântico da protagonista, por exemplo, mostra-se um garoto super protetor, com complexo de super-herói e que quer mandar e desmandar no que acontece ao seu redor. E como Trinity é do tipo donzela em perigo, os dois pareceram ter sido feitos um para o outro, realmente.

Com o decorrer da história, a autora tentou desenvolver a personagem, dando a ela um aspecto que na teoria seria mais forte, determinado, e decidido, mas que soou para mim mais como uma menina meio burra, que estava tentando mostrar que podia ser forte e que, ao menos, decidiu deixar de sempre fazer o que os outros diziam para ela fazer.


Resumindo: O par romântico da história não me convenceu, juntos ou separadamente. Como um casal, eles simplesmente não pareciam ter química alguma, e os momentos em que eles passavam juntos davam a impressão de algo desconfortável e um tanto quanto planejado demais. No geral, Tinitry simplesmente fazia o que o garoto, Chase, mandava, seguindo-o para onde ele a levasse, enquanto a autora tentava adicionar um quê de hesitação por parte da garota em se relacionar com o ex-namorado da menina que está tentando salvar

Com apenas alguns personagens masculinos muito interessantes, e uma personagem feminina (a tia de Trinity) com um extremo potencial inexplorado, o livro mostra competência maior na história e na narrativa. Bem distante de seus personagens, que a autora poderia ter desenvolvido e pensado melhor. 
  
Entendo que a protagonista não estava pronta para aquilo. Que nunca vivenciara uma situação de tamanha pressão e viveu todos os seus dias sendo dita para reprimir toda e qualquer visão que tinha. Por isso dou um desconto à mais para ela, mas nem por isso deixo de ter me irritado com sua fragilidade e algumas vezes dependência excessiva. 

Minha avaliação: Quatro estrelas. Simples assim.  


Livo cedido pela nossa parceira Editora Novo Conceito


6 comentários

  1. Oi, Ana!
    Já não gostei desse casal aí forçado.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Casais forçados são minha morte, mas acredite em mim, de resto o livro é bem legal. :)

      Excluir
  2. Você ainda deu 4 estrelas!!! Uau! Achei que seria menos, mas essa não é a primeira resenha "negativa" que leio desse livro. Acho que ele no fim das contas prometia mais do que cumpriu e terminou sendo um livro bem morno!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha Sou um tanto quanto mãe no quesito "Analisar livros", apesar das partes que me deixaram meio frustrada, o livro teve seus méritos e eu não fui capaz de dar uma avaliação muito baixa.

      Excluir
  3. Oi
    Eu tenho esse livro, mas ainda não li, imaginava que seria uma história bem diferente, mais forte e envolvente... Gostei da sua resenha, ficou ótima!
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Como já o tem na sua estante, aproveite e leia. Acho que vai gostar.
      É ótimo que tenha gostado. <3

      Excluir

Obrigado pela sua visita!
Seu comentário é muito bem vindo!
Volte sempre !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...